...também leia aqui crônicas, veja as artes, etc...

Luiz Komoda




(18) 3222-4506
(18) 98806-7622 (oi)

Presidente Prudente

komoda@kompre.com.br

Humor-terror nunca mais

29/01/2015 10:32

Humor-terror nunca mais

Que direito tem alguém de caçoar da crença de outrem? A resposta está mais adiante.  O manual maior da religião, a Bíblia Sagrada dá o exemplo do Deus Supremo, Criador, que estabeleceu, em Genesis 2, o direito individual inalienável chamado livre-arbítrio. Foi o primeiro direito doado aos primeiros humanos, Adão e Eva, que, equivocadamente, traíram Seu Criador ao usarem seu poder de escolha para dar ouvidos ao inimigo de Deus. Jesus respeitou a vontade humana, de ser ou não fiel a Ele.

Hoje, Ele continua respeitando a vontade de toda e qualquer pessoa, em todo tempo ou lugar, de praticar ou não qualquer religião. De ser cristão ou não. De ser muçulmano ou não. (Cada um arcará com as conseqüências de sua própria escolha).

Dessa forma, fazer troça de crença do semelhante, usando charge (como fez o jornal francês Charlie Bebdo recentemente) e/ou palavras, é classificado como um “ato infeliz”: “Bem-aventurado o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores.Salmos 1:1” . Bem-aventurado, traduzido é feliz. Portanto, o caçoador (ou escarnecedor) é um mal-aventurado, infeliz, um pobre coitado. E ignorante da regra áurea de Jesus: “Portanto, tudo o que vós quereis que os homens vos façam, fazei-lho também vós, porque esta é a lei e os profetas. Mateus 7:12”.                  

Quanto aos árabes, as ações terroristas são exclusividade de extremistas como Al Qaeda – facção de mau intencionados e distorcedores de textos do Corão. Pois a revista Veja registra que “Muitos estudiosos do Islã entendem que a decapitação é um pecado, pois Maomé proibiu expressamente mutilar o corpo dos inimigos e também maltratar os prisioneiros”. E matar civis inocentes põe pecado maior em suas contas.

A sabedoria divina vem pela inspiração do Espírito Santo, ao estudarmos atentamente a Bíblia Sagrada. Esta livra você e eu de “pagarmos muitos micos” nesta vida.

Por exemplo, somente o criacionismo (ou teoria da criação bíblica) explica o que o evolucionismo (teoria da evolução humana) não explica: o surgimento das religiões no mundo. Gênesis 4 a 19 mostra que Caim, ao matar Abel, introduziu a corrupção e o terrorismo em seus descendentes. Estes foram dizimados (Deus somente o faz em casos extremos) pelo dilúvio (do qual somente sobreviveu a família de Noé) e pelo fogo (Sodoma e Gomorra – praticantes de sexo anal e outras orgias).

Um descendente de Noé, Abraão, foi pai de Isaque do qual veio a ramificação que culminou em toda linha cristã moderna (Mateus 1). Outro filho de Abraão, Ismael (Gênesis 16 e 21), iniciou a ramificação do povo muçulmano, islâmico. Estes dizem, com razão, que são filhos de Abraão. É um povo pacífico, temente a Deus. Mas existem facções fanáticas que usam o terrorismo desaprovado por Deus, a exemplo do Al Qaeda.

Mas a vertente cristã também convive com terroristas que assassinam de maneira similar (com armas de fogo ou brancas) ou de outra forma: omitindo acesso à informação para saúde e desseminando uma cultura hedonista (culto ao prazer) que negligencia regras de saúde natural, além de despejar produtos que enfermam as pessoas (coisa extremamente interessante para os que lucram com a indústria da doença). Não temos homens-bomba mas traficantes que destroem vidas e políticos corruptos que roubam verbas que favoreceriam a educação e saúde.

O apóstolo Paulo mostra o mundo indo de mal a pior: “Mas os homens maus e enganadores irão de mal para pior, enganando e sendo enganados. 2 Timóteo 3:13”.

Mas isso está com os dias contados por Deus. Muito em breve, nem república, tirania ou califado assumirão posto de poder e sim sentar-se-á no Seu Trono, Nosso Rei dos reis. Aqui mesmo no planeta Terra - que será cem porcento pacífico, seguro, amoroso e feliz como é o resto do universo. Esse Rei chama-se Jesus Cristo cumprindo a profecia de Isaías 9:6: “Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu, e o principado está sobre os seus ombros, e se chamará o seu nome: Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz.Isaías 9:6”. Esse “menino que nasceu” está bem crescido hoje. Pronto para assentar em Seu trono de direito, após pronunciar o “Está feito” de Apocalipse 21:6.