...leia aqui crônicas, veja as artes, soluções diversas...

Luiz Komoda




(18) 3222-4506
(18) 98806-7622 (oi)

Presidente Prudente

komoda@kompre.com.br

FORA DA SELEÇÃO - publicado no jornal diário O IMPARCIAL no dia 22 maio 2014

22/05/2014 07:24

            Fora da Seleção  

Para a Copa Brasil 2014, Luiz Felipe Scolari, o técnico “Felipão”, escolheu seus 23 jogadores para a seleção verde amarela. A Fifa exige a apresentação de 30 nomes, daí foram acrescentados nomes suplentes, incluindo o do estreante Alan Kardec.

Escolhidos e treinados estão os gandulas, jovens que buscam e entregam bolas que saem da área do jogo. Ensaios para a apresentação artística antes do primeiro jogo, também estão sendo realizados, envolvendo mais de 600 bailarinos e cantores nacionais e uma estrangeira. Dos estádios - ainda em andamento - que abrigarão a Copa, as autoridades dos respectivos estados prometem entregá-los em tempo. É ver pra crer.

Os nomes que compõe o time de Felipão foram incluídos porque “caíram na graça” do técnico da seleção. Torcedores que esperavam a inclusão de nomes como Kaká e Ronaldinho Gaúcho foram frustrados.

Essa frustração, esse ficar de fora do time da seleção não é a pior coisa, não é o fim, “morre não” como diz um ditado.

Mas em outra seleção a coisa não é bem assim: ficar de fora é preocupante (ou deveria ser) para bilhões de torcedores. Bilhões, sim, a TV Bandeirantes disse que o maior evento mundial tem esse número de telespectadores. A pergunta é: qual porcentagem desses bilhões de pessoas se preocupa, conhece, atenta para o time em que o “morre sim” será realidade para o excluídos? A resposta o Próprio Técnico desse time, Jesus Cristo, diz: “"Entrem pela porta estreita, pois larga é a porta e amplo o caminho que leva à perdição, e são muitos os que entram por ela”. Mateus 7:13. Ora, você e eu sabemos que em “porta larga” entram muito mais pessoas do que em “porta estreita”.

Porta larga é a porta da comodidade, do permanecer na zona de conforto, do não compromisso com Jesus. Um exemplo bíblico é o jovem rico – descrito em Lucas 18 -  interessado apenas em prosperidade material – antiga versão do moderno evangelho da prosperidade (Jeremias 14, na Bíblia Nova Versão Internacional, revela isso com clareza inigualável).

Fora da Seleção de Jesus estará o traidor Balaão, ele profetizou de si mesmo: “Eu o vejo, mas não agora; eu o avisto, mas não de perto”. Números 24:17. Nesta quarta profecia, Balaão descreve o acontecimento futuro (não agora) na volta de Jesus (eu o avisto) e ele estará fora da Seleção (mas não de perto).

Dentro da Sua Seleção, Jesus incluiu Abraão, Isaque, Jacó, Zaqueu, 144 mil e mais uma multidão incontável – quem sabe, outros bilhões – descritos em Apocalipse 7, todos discípulos fiéis, com vestes lavadas no sangue do Cordeiro.

A inclusão nessa Seleção obedece a 3 condições:

1º) Fé em Jesus, Atos 16:31: “Eles responderam: "Creia no Senhor Jesus, e serão salvos, você e os de sua casa”. E na Bíblia Sagrada inteira João 5:39: “Vocês estudam cuidadosamente as Escrituras, porque pensam que nelas vocês têm a vida eterna. E são as Escrituras que testemunham a meu respeito;”.
2º) Imitar Jesus, João 13:15: “Eu dei o exemplo, para que vocês façam como lhes fiz.” Lucas 4:16: “Ele foi a Nazaré, onde havia sido criado e no dia de sábado entrou na sinagoga, como era seu costume. E levantou-se para ler”. 3º) Amar Jesus, João 14:15: “Se vocês me amam, obedecerão aos meus mandamentos”. 4º) Ser amigo de Jesus, João 15:14: “Vocês serão meus amigos, se fizerem o que eu ordeno”. 

Está escrito na Bíblia Sagrada.