...leia aqui crônicas, veja as artes, soluções diversas...

Luiz Komoda




(18) 3222-4506
(18) 98806-7622 (oi)

Presidente Prudente

komoda@kompre.com.br

DUAS VELAS

03/01/2015 09:53

A expressão “Acender uma vela para Deus e outra para o diabo”, mostra a tentativa, equivocada, de tentar agradar a dois senhores. Tentar ficar “em cima do muro”, não tomar partido nem de um nem de outro lado. Ao que Jesus já disse claramente: “Quem não é comigo é contra mim; e quem comigo não ajunta, espalha. Mateus 12:30”. Quem se omite de seguir Jesus (como o jovem rico que rejeitou fazê-lo) já é contra Jesus e a favor do diabo. Violência e desamor crescentes são claros indicadores de que a maioria, dentro e fora das igrejas, rejeita Jesus: “Entrai pela porta estreita; porque larga é a porta, e espaçoso o caminho que conduz à perdição, e muitos são os que entram por ela;” Mateus 7:13).

Não é necessário acender, literalmente, uma vela para ser partidário de um dos senhores. Um exemplo divulgado pela grande mídia envolveu a ultima eleição presidencial brasileira. A revista “Isto é”, de 29 de outubro de 2014, denunciou que o PT – Partido dos Trabalhadores – através de Lula e Dilma, fizeram “uma campanha montada na mentira” e “Dilma mentiu ao dizer que Aécio Neves acabaria com o programa Bolsa Família”. A revista publicou que o PT fez manipulações de índices contábeis a seu favor, e seus servidores públicos usaram as redes sociais para espalhar falsas acusações contra os candidatos Marina Silva e Aécio Neves. Contra o uso da mentira, Jesus já advertiu: “Vós tendes por pai ao diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai. Ele foi homicida desde o princípio, e não se firmou na verdade, porque não há verdade nele. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso, e pai da mentira”. João 8:44. Como eu prefiro crer que nem a “Isto é” nem Jesus Cristo estejam mentindo, vejo, com tristeza, em que mãos os eleitores brasileiros deixaram este país.

Mas elejer mal não é característica apenas do Brasil. O Israel antigo começou esse costume quando preferiu descartar o Teocracismo (onde Deus é o governante) pela monarquia, elejendo o fraco e covarde Saul. Ver os capítulos 8,9, 10 e até o 31 do livro de 1 Samuel. Mesmo sendo rejeitado pelo povo em detrimento de Saul, Deus permitiu e ordenou que o profeta Samuel unjisse esse rei escolhido pela vontade popular. Assim também, Deus, que está no controle de tudo, permitiu a reeleição de Dilma como presidente. E o Brasil não tem a exclusividade de possuir governantes que fazem uso da mentira. A atualidade e história mostram reis, governantes, tiranos subindo e descendo do poder. É claro que Nosso Senhor não se agrada nem aprova a mentira e outros pecados, mas, por amor e misericórdia, dá “um tempo de graça” para cada um se arrepender e converter de seus maus caminhos: (e isso vale não somente para mandatários mas sim para nós, o próprio povo governado, afinal, “atire a primeira pedra” quem nunca peca) : “E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra”. 2 Crônicas 7:14. Todas essas decisões citadas transformarão o pecador em “ex”:  “Não erreis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o reino de Deus. E é o que alguns têm sido; mas haveis sido lavados, mas haveis sido santificados, mas haveis sido justificados em nome do Senhor Jesus, e pelo Espírito do nosso Deus”.1 Coríntios 6:10-11

Isso vale para eleitores e eleitos, enquanto não se fecha a porta da graça salvadora de Jesus Cristo. A presidente Dilma e Lula poderão “limpar suas fichas” com o sangue purificador de Jesus. Esta chance vale também para aqueles que “acendem duas velas” uma para o criacionismo bíblico de Jesus e outra para o evolucionismo (este descarta totalmente o autor Jesus Cristo criador dos céus, Terra e tudo que neles há). Como é impossível crer em Jesus e na Bíblia Sagrada e ainda tentar compatibilizar criação com evolução, então é melhor “sair do muro” e tomar partido, por Deus ou pelo diabo. Porque Apocalipse deixa claro: “Quem é injusto, seja injusto ainda; e quem é sujo, seja sujo ainda; e quem é justo, seja justificado ainda; e quem é santo, seja santificado ainda. Apocalipse 22:11”.                                                                                                                                                     

Toda sujeira do planeta Terra será eliminada definitivamente após a volta de Jesus ( “o dia do Senhor”). Com fogo, revela o apóstolo Pedro: “O Senhor não retarda a sua promessa, ainda que alguns a têm por tardia; mas é longânimo para conosco, não querendo que alguns se percam, senão que todos venham a arrepender-se. Mas o dia do Senhor virá como o ladrão de noite; no qual os céus passarão com grande estrondo, e os elementos, ardendo, se desfarão, e a terra, e as obras que nela há, se queimarão. Havendo, pois, de perecer todas estas coisas, que pessoas vos convém ser em santo trato, e piedade, aguardando, e apressando-vos para a vinda do dia de Deus, em que os céus, em fogo se desfarão, e os elementos, ardendo, se fundirão? ” 2 Pedro 3:9-12. Após isso, teremos novamente a Teocracia vigorando, Jesus Deus rei de toda a Terra: “E da sua boca saía uma aguda espada, para ferir com ela as nações; e ele as regerá com vara de ferro; e ele mesmo é o que pisa o lagar do vinho do furor e da ira do Deus Todo-Poderoso. E no manto e na sua coxa tem escrito este nome: Rei dos reis, e Senhor dos senhores”. Apocalipse 19:15-16

Está escrito e revelado na Bíblia Sagrada para quem se compromete com Jesus.